Segunda, 23 de abril de 201823/4/2018
51985292179
Claro
18º
17º
29º
Gravatai - RS
Erro ao processar!
p14
GIRO PELO RIO GRANDE DO SUL
Porto Alegre-rs | Movimento Vem Pra Rua e Frente Brasil Popular organizam protestos amanhã
Protestos estão previstos para o final da tarde desta terça-feira (03/04)
Moises Pacheco Gravataí - RS
Postada em 02/04/2018 ás 15h35
Porto Alegre-rs | Movimento Vem Pra Rua e Frente Brasil Popular organizam protestos amanhã

Movimentos sociais estão organizando protestos para esta semana em todo o Brasil. Os atos organizados pelo Vem Pra Rua pedem a prisão após condenação em segunda instância. Já as centrais sindicais, lideradas pela Frente Brasil Popular, se mobilizam em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Em Porto Alegre, o Vem Pra Rua, MBL e Banda Loka Liberal organizam o protesto para esta terça-feira no Parcão, a partir das 18 horas. Um dos focos da manifestação é a prisão de Lula, mas, segundo Iria Cabreira, uma das organizadoras do Vem Pra Rua, o objetivo geral é protestar para que todos os condenados em segunda instância sejam presos. A previsão inicial dos organizadores é de que 10 mil pessoas estejam presentes.


As centrais sindicais, por sua vez, irão realizar um ato em defesa de Lula na Esquina Democrática, no Centro da Capital. De acordo com Guiomar Vidor, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a manifestação deve ocorrer na quarta-feira, às 17h30.


O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na quarta-feira o habeas corpus preventivo com o qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer evitar sua prisão após condenação pela segunda instância da Justiça Federal no caso do tríplex do Guarujá.


Ao entrar no mérito, a questão de fundo a ser discutida pelo plenário do Supremo será a possibilidade de execução provisória de pena por condenado em segunda instância, mesmo que ainda existam recursos contra a condenação pendentes de análise em tribunais superiores, como o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou o próprio STF.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium