Quinta, 24 de maio de 201824/5/2018
51985292179
Ensolarado
17º
Gravatai - RS
Erro ao processar!
p223
GIRO METROPOLITANO-RS
Duas novas ambulâncias para atendimento à população de Gravataí
Texto: Cristine Luiza Schmidt / Edição: Luiz Fernando Aquino / Fotos: Hiuri Souza
Moises Pacheco Gravataí - RS
Postada em 07/05/2018 ás 12h43 - atualizada em 08/05/2018 ás 10h05
Duas novas ambulâncias para atendimento à população de Gravataí

Gravataí passou a contar desde a última sexta-feira, 4, com mais uma nova ambulância para atendimento à população. O veículo, adquirido a partir da Consulta Popular 2016, está avaliado em R$ 165 mil, e integrará a frota da Central de Ambulâncias, composta por outras oito viaturas para realização de atendimentos de baixa complexidade.


O secretário municipal da Saúde, Jean Torman, também aproveitou a ocasião para expor o segundo veículo adquirido também via Consulta Popular, que está em funcionamento na cidade há cerca de seis meses e avaliado em R$ 210 mil.


Segundo o secretário, desde 2013, Gravataí contabiliza avanços no setor de Urgência e Emergência, tendo adquirido quatro novas ambulâncias para o SAMU (duas em 2013, uma em 2015 e uma em 2017), e outras duas ambulâncias próprias para serviços de baixa complexidade. "Investir em Saúde e no cuidado com as pessoas sempre foi uma prioridade na gestão do prefeito Marco Alba, e essas novas ambulâncias garantirão mais agilidade e conforto na prestação de serviços à população", destacou Jean. Além dos veículos da Central, Gravataí conta com outras seis ambulâncias para atendimento de urgência e emergência do SAMU - Serviço Móvel de Urgência e Emergência.


SAMU


A frota de ambulâncias do SAMU é acionada pelo 192, que atende chamados de urgência e emergência em Gravataí e Cachoeirinha. É composta por três veículos em operação 24 horas, sendo uma UTI móvel, denominada suporte avançado. Neste veículo, a equipe de atendimento é integrada por médicos e enfermeiros.


Já as outras duas ambulâncias são de suporte básico, compostas por técnicos em enfermagem. O SAMU de Gravataí conta ainda com outras três ambulâncias para apoio técnico - caso alguma delas tenha que receber serviços de manutenção como troca de óleo, geometria e balanceamento.


CENTRAL DE AMBULÂNCIAS


Já a Central de Ambulâncias é acionada pelas Unidades de Saúde para realização de atendimentos de baixa complexidade. Segundo o coordenador da política de Urgência e Emergência da SMS, Leonardo Machado, o município possui nove veículos. "Destes, cinco ambulâncias são terceirizadas, outras três são próprias da SMS, além de dispormos também de uma minivan modelo Chevrolet  Spin", afirmou o coordenador, informando que a media de deslocamento mensal de cada uma é de cerca de seis mil quilômetros.


Os veículos são utilizados para serviços de transporte de pacientes das unidades de saúde para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) 24 Horas e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, remoção desses para realização de exames no Hospital Dom João Becker,  transferência de pacientes de Gravataí para hospitais de Porto Alegre, transporte de acamados para consultas eletivas na Capital e também para sessões de hemodiálise.

tags:
• gti
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Cleber Guaíba - RS 07/05/2018

Legal que as equipes são compostas por enfermeiros e médicos no Suporte Avançado e por técnicos na Suporte Básico, só ficou uma dúvida quem conduz a ambulância no Suporte Avançado? O médico ou o enfermeiro, e no Suporte Básico é a ocorrência para cada técnico de enfermagem conduzir? Pois é só estes profissionais que compõem as equipes. Será que conseguem sanar a minha dúvida?

Wagner Cachoeirinha - RS 07/05/2018

Cara chega a ser cômico, eu como condutor de veículo de urgência fico chateado com esse tipo de matéria, somos o que move as equipes nas ambulância e vem repórteres despreparados para falar de tais assuntos e conseguem esquecer da gente. Olha fica difícil aguenta esses jornais hoje em dia.

Alessandro Porto Alegre - RS 07/05/2018

Também estou em dúvida sobre a composição das equipes , de acordo com a reportagem do incompetente repórter, as equipes são composta e desacordo com a lei 9503 /97 e portaria Ministeriais, diante disso esclareça a fonte das informações?

Alessandro Porto Alegre - RS 07/05/2018

Também estou em dúvida sobre a composição das equipes , de acordo com a reportagem do incompetente repórter, as equipes são composta e desacordo com a lei 9503 /97 e portaria Ministeriais, diante disso esclareça a fonte das informações?

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium